Facebook Twitter Instagran
 
   
O que fazemos
Publicações
Expediente
Trabalhe Conosco
 
 
   
 
 
     
Notícias - 07.11.2017
Fake News sob o escopo de pesquisa da Kantar
                                       
 
Envie essa página como dica de leitura para seu amigo. Sua participação é muito importante!
 
   
   
   
   
   
 
Envie sua opinião sobre essa leitura, dúvida ou sugestão. Sua participação é muito importante!
 
   
   
   


 

Em tempos de pós-verdade, está cada vez mais difícil de determinar se o conteúdo veiculado online é ou não verdadeiro. De acordo com o estudo Trust in News, realizado pela consultoria Kantar em quatro localidades – Brasil, Estados Unidos Reino Unido e França –, as Fake News estão abalando a credibilidade de matérias divulgadas na internet. Além disso, o levantamento demonstra que a reputação de veículos já consolidados de mídias impressas e canais de TV e rádio está mais consolidada do que a de plataformas de mídias sociais ou exclusivamente online. A ideia de que “jornalismo de qualidade é fundamental para uma democracia saudável” está presente em 73% dos entrevistados de todos os países – contudo, apenas 56% acreditam na veracidade do que leem.

Confira a confiança do consumidor de notícia nas fontes utilizadas:

Para muitos leitores, uma das principais responsáveis pela disseminação de Fake News é a cobertura jornalística de política e eleições nas mídias digitais e apps de mensagens – sendo o tipo de conteúdo menos confiável para 60% dos entrevistados. Portais de notícias exclusivamente online foram apontados como motivo de desconfiança, uma vez que 41% dos leitores afirmaram ter menos credibilidade nestes meios. Entretanto, devido a sua quase onipresença na atualidade, a internet ainda tem forte influência na hora de se atualizar, uma vez que 78% dos entrevistados afirmam consumir notícias no meio online.

Entre as principais referências de integridade jornalística aparecem os canais de transmissão 24h por dia, com 78% dos espectadores afirmando que confiam igualmente nestes veículos desde o surgimento das Fake News. A reputação dos canais impressos – como jornais e revistas – continua em alta, com mais de 70% de confiança entre os leitores. 


Leia também:
12/12/2017  ›  Estudo aponta que colaboradores engajados têm melhor desempenho
04/12/2017  ›  Inscrições abertas para a Semana ARP 2017
30/11/2017  ›  Um em cada cinco e-mails corporativos não chega ao cliente
29/11/2017  ›  Divulgados os vencedores do Top de Marketing 2017
23/11/2017  ›  Fórum de Gestão do Capital Humano dá desconto para inscrições em novembro
21/11/2017  ›  Risco de corrupção ainda é alto entre empresas brasileiras
13/11/2017  ›  Oficinas da Liberdade promovem debate sobre empreendedorismo
09/11/2017  ›  Prazo para doação ao IRPJ vai até dezembro
07/11/2017  ›  Fake News sob o escopo de pesquisa da Kantar
01/11/2017  ›  Países nórdicos e ganhador do Nobel são destaques da Feira do Livro de Porto Alegre
Lista Completa ›
 
Direto da redação
12.12.2017
Estudo aponta que colaboradores engajados têm melhor desempenho
04.12.2017
Inscrições abertas para a Semana ARP 2017
30.11.2017
Um em cada cinco e-mails corporativos não chega ao cliente
29.11.2017
Divulgados os vencedores do Top de Marketing 2017
 
Trabalhe Conosco
Como você se mantém informado?
Assisto TV regularmente
Leio revistas e jornais
Acesso portais e sites de notícias
Acompanho as redes sociais
Busco informações em diferentes meios de comunicação
 
 
 

R. General João Telles, 524/602 • Porto Alegre/RS • Fone: (51) 3346-1194 • E-mail: admin@tematica-rs.com.br